Questão 9

(UENP) Do ponto de vista sociológico, no Brasil se constituiu sobre o mito da democracia racial principalmente depois da publicação de Casa grande e senzala de Gilberto Freyre (2003). De acordo com Florestan Fernandes (1965), o ideal de miscigenação fora difundido como mecanismo de absorção do mestiço não para a ascensão social do negro, mas para a hegemonia da classe dominante. 

O mito da democracia racial assentou-se sobre dois fundamentos: 1) o mito do bom senhor; 2) o mito do escravo submisso. 

Analise as afirmações: 

I. A crença no bom senhor exalta a vulgaridade das elites modernas, como diria Contardo Calligaris, e juntamente com uma espécie de pseudocordialidade seriam responsáveis pela manutenção e o aprofundamento das diferenças sociais. 

II. O mito do escravo submisso fez com que a sociedade de um modo geral não encarasse a violência da escravidão e fez com que os ouvidos se ensurdecessem aos clamores do movimento negro, por direitos e por justiça. 

III. As proposições legislativas sobre a inclusão de negros vão desde o Projeto de Lei que reserva aos negros um percentual fixo de cargos da administração pública, aos que instituem cotas para negros nas universidades publicas e nos meios de comunicação. 

Assinale a alternativa correta: 

a)
b)
c)
d)
e)
Carregando equações...
Já é cadastrado? Faça o Login!