Questão 10

I-Juca Pirama – Canto VIII
Gonçalves Dias
 
Tu choraste em presença da morte?
Na presença de estranhos choraste?
Não descende o cobarde do forte;
Pois choraste, meu filho não és!
Possas tu, descendente maldito
De uma tribo de nobres guerreiros,
Implorando cruéis forasteiros,
Seres presa de vis Aimorés.
 
Possas tu, isolado na terra,
Sem arrimo e sem pátria vagando,
Rejeitado da morte na guerra,
Rejeitado dos homens na paz,
Ser das gentes o espectro execrado;
Não encontre amor nas mulheres,
Teus amigos, se amigo tiveres,
Tenham alma inconstante e falaz!
 
Não encontre doçura no dia,
Nem as cores da aurora te ameiguem,
E entre as larvas da noite sombria
Nunca possas descanso gozar:
Não encontres um tronco, uma pedra,
 
Uma punição ao filho advinda da natureza é expressa no verso
a)
b)
c)
d)
Carregando equações...
Já é cadastrado? Faça o Login!