Questão 8

Leia o texto. 

ISMÁLIA 

Quando Ismália enlouqueceu, 

Pôs-se na torre a sonhar... 

Viu uma lua no céu, 

Viu outra lua no mar. 

No sonho em que se perdeu, 

Banhou-se toda em luar... 

Queria subir ao céu, 

Queria descer ao mar... 

E, no desvario seu, 

Na torre pôs-se a cantar... 

Estava perto do céu, 

Estava longe do mar... 

E como um anjo pendeu 

As asas para voar... 

Queria a lua do céu, 

Queria a lua do mar... 

As asas que Deus lhe deu 

Ruflaram de par em par... 

Sua alma subiu ao céu, 

Seu corpo desceu ao mar... 

Agora, considere as afirmações abaixo sobre o poema “Ismália”, de Alphonsus de Guimaraens. 

I. Todo o poema é construído com base em antíteses. As antíteses articulam-se em torno dos desejos contraditórios de Ismália, que se dividem entre a realidade espiritual e a realidade concreta. 

II. A partir da análise desse poema podemos afirmar que, para os simbolistas, sonho e loucura levam à libertação, pois a razão e a lógica aprisionam o homem. Dar vazão ao mundo interior; explorar zonas ocultas da mente humana é o mesmo que transcender os limites do mundo real. 

III. De acordo com o desfecho do poema, o céu recebe a alma; logo, liga-se ao aspecto espiritual. O mar recebe o corpo; por conseguinte, representa o universo material. 

Quais estão CORRETAS? 

a)
b)
c)
d)
e)
Carregando equações...
Já é cadastrado? Faça o Login!