Questão 7

UFRN) Na obra Raízes do Brasil, publicada pela primeira vez em 1936, Sérgio Buarque de Holanda, ao analisar o processo histórico de formação da nossa sociedade, afirma: Desde o período colonial, para os detentores dos cargos públicos, a gestão política apresentava-se como assunto de seus interesses particulares. Isso caracteriza justamente o que separa o funcionário patrimonial e o puro burocrata. Para o funcionário patrimonial, as funções, os empregos e os benefícios que deles recebe relacionam -se a direitos pessoais dos funcionários e não a interesses objetivos, como ocorre no verdadeiro Estado 

burocrático. Assim, no Brasil, pode-se dizer que só excepcionalmente tivemos um sistema administrativo e um corpo de funcionários puramente dedicados a interesses objetivos e fundados nesses interesses. 

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Raízes do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1995. 

Considerando as reflexões do autor e levando em conta práticas políticas constatadas no Brasil 

Republicano, é possível inferir que:

a)
b)
c)
d)
Carregando equações...
Já é cadastrado? Faça o Login!