Questão 2

(UFU-MG

Ressurreição 

Alma! Que tu não chores e não gemas 

Teu amor voltou agora. 

Ei-lo que chega das mansões extremas, 

Lá onde a loucura mora! (...) 

O meu Amor voltou de aéreas curvas, 

Das paragens mais funestas... 

Veio de percorrer torvas e turvas 

E funambulescas festas. (...) 

Não sinto mais o teu sorrir macabro 

De desdenhosa caveira. 

Agora o coração e os olhos abro 

Para a Natureza inteira! (...) 

Porém tu, afinal, ressuscitaste 

E tudo em mim ressuscita. 

E o meu Amor, que repurificaste, 

Canta na paz infinita! 

Ressurreição. Cruz e Sousa 

Cruz e Sousa, poeta do Simbolismo brasileiro, fez esse poema após sua esposa Gavita ter saído de uma crise de loucura. O poeta faz de uma tragédia pessoal versos pungentes e humanistas, capazes de revelar o universal no particular, independentemente do estilo literário em que se exprime. Com base nos versos, indique a afirmativa incorreta. 

a)
b)
c)
d)
Carregando equações...
Já é cadastrado? Faça o Login!