Questão 6

(UNB) “Para ganhar o favor popular, o candidato  deve conhecer os eleitores por seu nome, elogiá-los  e bajulá-los, ser  generoso, fazer propaganda e levantar-  lhes a esperança de um emprego no governo.   [...] A generosidade é um tema amplo. Talvez   sua renda privada não possa atingir todo o eleitorado,  mas seus amigos podem ajudá-lo a agradar   a plebe. Ofereça banquetes e providencie que seus  amigos façam o mesmo, procurando atingir os   eleitores ao acaso e o eleitorado específico de cada   tribo. [...] Faça com que os eleitores falem e pensem  que você os  conhece bem, que se dirige a eles pelo  nome, que sem parar e conscienciosamente procura   seu voto, que você é generoso e aberto, que, mesmo   antes do amanhecer, sua casa está cheia de amigos,  que todas as classes são suas  aliadas, que você  fez promessas para todo mundo e que as cumpriu,  realmente, para a maior parte das pessoas”.  (Cícero.  NOTAS SOBRE AS ELEIÇÕES, versículos 41,   50, 52, 54, apud: P. Mackendrick. THE ROMAN  MIND AT  WORK, p. 178-9.)

  Com o auxílio das palavras de Cícero (106-43 a.   C.), julgue os itens a seguir, relativos à história   da Roma antiga. 
a)
V
F
As práticas clientelistas eram inexistentes  no mundo político republicano, sendo   a amizade e o compadrio relações que  não ultrapassavam a esfera do privado.   
b)
V
F
O Tribunal Eleitoral romano geralmente  punia os abusos do poder econômico   com a cassação dos candidatos infratores.   
c)
V
F
Na época de Cícero e mesmo depois,  com a política do pão e circo, o povo, a   plebe ou a massa, constituía um elemento   a ser cativado e não coagido. 
d)
V
F
A propaganda eleitoral da República visava  principalmente mulheres e escravos,   que formavam percentagem considerável   do colégio de votantes. 
Carregando equações...
Já é cadastrado? Faça o Login!