Questão 6

Leia o fragmento abaixo.
“Os artesãos e camponeses de certo ficaram surpresos ao ver suas casas invadidas por homens e mulheres com roupas e pronuncias de classe média, que insistiam para que cantassem canções tradicionais ou contassem velhas histórias.”
(BURKE, Peter. A cultura popular na Idade Moderna. São Paulo: Cia. das Letras, 1989.)
A referência do historiador inglês indica, no final do século XVIII e início do século XIX, o impulso de muitos intelectuais na direção do Romantismo. Acerca desse movimento cultural e de suas repercussões históricas, assinale V ou F.
a)
V
F
Segundo os românticos, a língua e as tradições do povo eram consideradas formadoras da identidade cultural da nação. Por isso, a proximidade com a natureza era evocada como possibilidade de se escapar à corrupção da vida moderna.
b)
V
F
O Romantismo foi um movimento literário, e seus autores procuraram apoiar-se em temas ligados à crítica da vida bucólica do campo, sobretudo nas obras de Charles Dickens, Oliver Twist e Émile Zola, Germinal, em que se descrevem as tradições camponesas anteriores à Revolução Industrial, defendendo o progresso urbano e o mundo da velocidade.
c)
V
F
Os pintores do Romantismo privilegiavam as cores e construíam composições de profundo contraste entre luz e sombra. Como movimento artístico, negavam a racionalidade do Iluminismo e valorizavam a imaginação e a sensibilidade, tal como nas composições de Beethoven, Schubert, Chopin e Wagner.
d)
V
F
Entre os representantes do Romantismo no Brasil, figuram Gonçalves Dias com o poema “I – Juca Pirama”, que exaltava o resgate do passado heroico dos índios e Castro Alves, com “Navio Negreiro”, que mostrava a indignação com a escravidão no Brasil.
Carregando equações...
Já é cadastrado? Faça o Login!