Questão 1

Leia os fragmentos para responder o que se pede: 
 
Fragmento I
Pálida à luz da lâmpada sombria,
Sobre o leito de flores reclinada,
Como a lua por noite embalsamada,
Entre as nuvens do amor ela dormia!
Era a virgem do mar na escuma fria
Pela maré das águas embalada!
Era um anjo entre nuvens d’alvorada
Que em sonhos se banhava e se esquecia!
 
Fragmento II
É ela! é ela! – murmurei tremendo,
E o eco ao longe murmurou – é ela!
Eu a vi – minha fada aérea e pura –
A minha lavadeira na janela!
[...]
Esta noite eu ousei mais atrevido
Nas telhas que estalavam nos meus passos
Ir espiar seu venturoso sono,
Vê-la mais bela de Morfeu nos braços!
 
Como dormia! que profundo sono!…
Tinha na mão o ferro do engomado…
Como roncava maviosa e pura!…
Quase caí na rua desmaiado!
[...]
 
É ela! é ela! – repeti tremendo;
Mas cantou nesse instante uma coruja…
Abri cioso a página secreta…
Oh! meu Deus! era um rol de roupa suja! 
 
Os fragmentos acima são de Álvares de Azevedo e desenvolvem o tema da mulher e do amor. Eles caracterizam duas faces diferentes da obra do poeta. Ao compará-los, podemos afirmar que: 
a)
b)
c)
d)
e)
Carregando equações...
Já é cadastrado? Faça o Login!