Questão 2

(ENEM

TEXTO I 

O que vemos no país é uma espécie de espraiamento e a manifestação da agressividade através da violência. Isso se desdobra de maneira evidente na criminalidade, que está presente em todos os redutos — seja nas áreas abandonadas pelo poder público, seja na política ou no futebol. O brasileiro não é mais violento do que outros povos, mas a fragilidade do exercício e do reconhecimento da cidadania e a ausência do Estado em vários territórios do país se impõem como um caldo de cultura no qual a agressividade e a violência fincam suas raízes. 

(Entrevista com Joel Birman. A Corrupção é um crime sem rosto. IstoÉ. Edição 2009; 3 fev. 2010) 

TEXTO II 

Nenhuma sociedade pode sobreviver sem canalizar as pulsões e emoções do indivíduo, sem um controle muito específico de seu comportamento. Nenhum controle desse tipo é possível sem que as pessoas anteponham limitações umas às outras, e todas as limitações são convertidas, na pessoa a quem são impostas, em medo de um ou outro tipo. 

(ELIAS, N. O Processo Civilizador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1993) 

Considerando-se a dinâmica do processo civilizador, tal como descrito no Texto II, o argumento do Texto I acerca da violência e agressividade na sociedade brasileira expressa a 

a)
b)
c)
d)
e)
Carregando equações...
Já é cadastrado? Faça o Login!