Texto: Sistema Solar

Sistema Solar

Por muitos anos, o homem acreditava que a Terra era o centro do universo e que o Sol e todos os corpos celestes giravam ao seu redor. Hoje nós sabemos que a Terra é um planeta que compõe um dos muitos sistemas solares que existem. Um sistema solar é um conjunto de corpos celestes que estão em um mesmo campo gravitacional. O nosso sistema solar é formado por uma estrela central, chamada de Sol. Essa estrela é orbitada por uma série de corpos celestes, entre eles oito planetas, inclusive a Terra.
 
Planetas do sistema solar em escala. A Terra é o terceiro planeta após o sol
 

Origem do Sistema Solar

O Sol e o planeta que formam o nosso sistema solar surgiram a cerca de 4,6 bilhões de anos. A teoria mais aceita da origem do sistema solar é que foi formado por uma grande nuvem de gases e poeira cósmica. Essa nuvem entrou em colapso devido à força gravitacional e começou a se chocar e fundir. No centro da nuvem se formou um grande núcleo, acumulando massa e energia que deu origem ao sol. O restante da nuvem formou partículas cada vez maiores, que lentamente foram se chocando a outras partículas dando origem a grandes massas, originando os planetas, satélites, asteroides e todos os corpos celestes que orbitam o sol.
 
Representação artística do processo de formação do sistema solar


O Sol

O Sol é a estrela central do nosso sistema solar. Ele emite luz através das reações entre hidrogênio e hélio que ocorrem no seu núcleo, que atinge 15 milhões ºC. Essa luz é a principal fonte de energia do nosso planeta. O Sol apresenta uma massa 333 maior e um volume 1.300.000 maior que a da Terra, sendo responsável por mais de 99% da massa do sistema solar. O Sol é composto primariamente por hidrogênio e hélio. Apesar de parecer a maior estrela que nós vemos no céu, ele não é a maior estrela conhecida. Existem estrelas maiores, mas, como estamos muito distantes, nós as enxergamos como pequenos pontos.
 


Os Planetas

Hoje são conhecidos oito planetas que orbitam em torno do sol. Esses planetas podem ser classificados como planetas rochosos ou interiores, que estão mais próximos do Sol e são formados principalmente por matéria sólida. Nesta categoria estão Mercúrio, Vênus, Terra e Marte. Já os planetas gasosos ou exteriores são mais distantes do Sol e são formados principalmente por matéria gasosa. Nessa categoria estão Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

Desses planetas, Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno podem ser vistos da Terra a olho nu em algum momento e já eram conhecidos desde a antiguidade. Os outros planetas foram descobertos ao longo do século XX através de telescópios.

Todos os planetas do sistema solar realizam um movimento de rotação, em torno do seu próprio eixo e um movimento de translação, em torno do Sol.


Mercúrio

Mercúrio é o planeta mais próximo ao Sol e o menor em tamanho, com menos da metade do tamanho da Terra. Está localizado a cerca de 58 milhões de quilômetros do Sol e seu período de translação leva 88 dias terrestres e rotação leva 59 dias terrestre. Devido a sua pequena massa, quase não há atmosfera e não existe água. A falta de atmosfera para regular a temperatura gera grandes variações térmicas, atingindo 430 ºC na parte iluminada pelo Sol e -170 ºC no lado escuro. Sua superfície apresenta muitas crateras devido ao constante impacto de meteoritos. Mercúrio não possui nenhum satélite natural em sua órbita.
 


Vênus

Vênus é o segundo planeta mais próximo do sol, localizado a cerca de 110 milhões de quilômetros. Seu tamanho é quase o mesmo do planeta Terra. O período de translação leva 225 dias terrestres e seu período de rotação é de 243 dias. A atmosfera de Vênus é composta em sua maioria por dióxido de carbono, causando um forte efeito estufa que mantém a temperatura na superfície em torno dos 460 ºC. Sua atmosfera reflete luz solar intensamente, fazendo desse o planeta mais brilhante do sistema solar, podendo ser confundido com uma estrela quando visto da Terra. Vênus não possui nenhum satélite natural em sua órbita.
 


Terra

A Terra é o terceiro planeta após o Sol e o único que conhecemos que possui seres vivos. É o maior dos planetas rochosos e apresenta um satélite natural, a Lua. Veremos mais detalhes sobre a Terra no próximo tópico.
 


Marte

Marte é o quarto planeta mais distante do sol, localizado a cerca de 228 milhões de quilômetros e apresenta cerca de metade do tamanho da Terra. Seu período de translação leva 687 dias terrestres e seu período de rotação é de 24,6 horas. A atmosfera é bastante rarefeita, composta por dióxido de carbono, e a temperatura na superfície de Marte varia de 25 ºC durante o dia até -120º C à noite. Não há água em estado líquido, mas existem pequenas quantidades de água congelada nos polos. Marte recebe o nome de “planeta vermelho” devido à coloração de seu solo e rocha. Possui dois satélites naturais e é o único planeta que já foi visitado por sondas humanas.
 


Júpiter

Júpiter é o maior planeta do sistema solar, com um volume 1000 vezes maior que o da Terra, mas uma massa 300 vezes maior. Isso ocorre, pois Júpiter, apesar de possuir um núcleo sólido de ferro, é composto por gases, principalmente hidrogênio (90%) e hélio (10%). Está localizado a 778 milhões de quilômetros do sol, seu período de translação é de 12 anos e de rotação é 10 horas. A temperatura na superfície é em torno de -110 ºC e ao redor existe um fino anel de partículas de poeira. Em Júpiter são conhecidos 66 satélites naturais.
 


Saturno

Saturno é o segundo maior planeta do sistema solar e está localizado a cerca de 1,4 bilhões de quilômetros do sol. Seu movimento de translação leva em torno de 29,5 anos terrestres e sua rotação é de apenas 10,7 horas. Assim como Júpiter, Saturno possui um núcleo sólido, mas é um planeta gasoso composto por hidrogênio (97%) e hélio (3%). A temperatura na superfície fica em torno de -180 ºC. Ao redor de Saturno existem anéis formados por pedaços de gelo e rocha. São conhecidos 61 satélites naturais.
 


Urano

Urano é o sétimo planeta após o sol, estando localizado a 2,9 bilhões deste e o terceiro maior em volume. Seu movimento de translação leva 84 anos e a rotação completa em cerca de 17 horas. A atmosfera de urano é composta por hidrogênio, hélio e metano, resultando em uma coloração azulada. A temperatura na superfície é de -210 ºC. Possui um núcleo rochoso recoberto por uma camada de água e gases. São conhecidos 27 satélites naturais.
 


Netuno

Netuno é o planeta do sistema solar mais distante do sol, localizado a 4,5 bilhões de quilômetros. Seu período de translação leva 164 anos terrestres e seu período de rotação é de 16 horas. Assim como Urano, Netuno possui um pequeno núcleo rochoso revestido por gases e água. Sua atmosfera é composta por hidrogênio (85%), hélio (13%) e metano (2%). São conhecidos 14 satélites naturais.
 


Plutão

Plutão era considerado o menor e mais distante planeta do sistema solar. No entanto, em 2006, foi classificado como planeta-anão, pois sua órbita não é dominante, sendo influenciada por seu satélite natural, Charon. Plutão está localizado a cerca de 5,9 bilhões de quilômetros do sol. Seu movimento de translação leva em torno de 248 anos terrestres e sua rotação é de 6 dias. O núcleo de Plutão é rochoso e envolto por gases congelados. A temperatura média na superfície é de -220 ºC.
 
 

Você Sabia?

De onde vêm os nomes dos corpos celestes do sistema solar? A maioria dos nomes são homenagens a deuses da mitologia romana. 


Em Resumo

Nosso sistema solar é formado por uma estrela, o Sol, e por corpos celestes que o orbitam. O sistema foi formado por uma nuvem de gases e poeira que colapsou devido à ação da gravidade. O Sol é a estrela central do sistema solar, e se mantém aquecido por reações do seu núcleo que emite grandes quantidades de calor. Oito planetas circulam o sol. Quatro desses planetas estão mais próximos do Sol e são formados por rochas: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte. Os outros quatro planetas estão mais distantes e são gigantes gasosos: Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.
 
Vamos Praticar?
Já é cadastrado? Faça o Login!