Texto: Fusos Horários e Horário de Verão no Brasil

Fusos Horários e Horário de Verão no Brasil

Brasil é o quinto país do mundo em extensão territorial, sendo bastante extenso tanto no sentido latitudinal (norte-sul), quanto no sentido longitudinal (leste-oeste). Essa grande extensão territorial longitudinal, isto é, no sentido leste-oeste, faz com que nosso país tenha o território abrangido por quatro fusos horários diferentes. No entanto, por decisões políticas, desde 2008 o Brasil possui na prática somente três fusos horários. O mapa a seguir apresenta como era a divisão dos fusos no país até as modificações feitas em 2008.

 

 

Em 2008, foi aprovada no Brasil uma lei que eliminou um dos fusos horários do país. Sabe-se que essa alteração teve, como grande motivação, a adequação dos horários dos programas televisivos exibidos em rede nacional. Na região Norte, o fuso horário que abrangia o estado do Acre, parte do Amazonas e que possuía cinco horas a menos que o horário de Greenwich foi eliminado. Essas regiões foram incorporadas ao fuso horário definido com base no meridiano de 60° oeste e que possui quatro horas a menos que Greenwich. Além disso, o estado do Pará sofreu uma alteração: seu território não é dividido em dois fusos atualmente, como mostrado no mapa anterior. O estado paraense tem agora todo o seu território dentro do fuso horário definido com base no meridiano 45° oeste, fuso do horário oficial do Brasil que possui três horas a menos em relação a Greenwich. O mapa seguinte apresenta a nova divisão de fusos em nosso país.

 

Mapa dos fusos horários brasileiros antes da mudança realizada 2008. Observe que o Brasil possuía quatro horários diferentes

 

Com a nova lei, o Brasil passou a ter três fusos horários diferentes

 

Sendo assim, nosso país possui a seguinte configuração de fusos horários:

 

  • Fuso 1: Fuso horário que abrange o mar territorial e as ilhas do país, como Fernando de Noronha, Penedos de São Pedro e São Paulo, Trindade e Martin Vaz. É definido com base no meridiano 30º oeste e possui duas horas a menos que Greenwich.
 
  • Fuso 2: Principal fuso horário do Brasil que define o chamado horário oficial de Brasília. Abrange todos os estados das regiões Sul, Sudeste e Nordeste, além de Distrito Federal, Goiás, Tocantins, Pará e Amapá. É definido com base no meridiano 45° oeste e possui três horas a menos que Greenwich.
 
  • Fuso 3: Último fuso brasileiro que abrange os estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia, Acre, Amazonas e Roraima. É definido com base no meridiano 60° oeste e possui quatro horas a menos que Greenwich.

 

No final de 2013 uma nova alteração nos fusos do Brasil ocorreu. Os estados do Acre e uma pequena parte do Amazonas voltaram a ter menos duas horas em relação ao horário de Brasília. Isso quer dizer, que, portanto, a partir de novembro de 2013 o Brasil voltou a ter novamente 4 fusos (horários) diferentes. 

 

 

Horário de Verão no Brasil

O horário de verão corresponde a um ajuste feito nos relógios em vários países do mundo em determinada época do ano com o objetivo de se adequar os horários do dia de modo a utilizar a luz solar por mais e, por consequência, economizar energia. No período do verão, como há maior duração do período de luz solar, alguns estados brasileiros têm seus relógios adiantados em uma hora. 

 

No Brasil, o horário de verão foi adotado pela primeira vez em 1931. Porém, a partir de 1985 que esse sistema tem sido empregado de modo ininterrupto todos os anos. Atualmente, apenas os estados das regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e estado do Tocantins adotam o horário diferenciado. Vale ressaltar que, quanto mais distante da Linha do Equador, mais eficiência terá a aplicação do horário de verão, pois maior será o tempo de luz solar na época do verão. Daí a explicação para os estados do Norte e Nordeste do Brasil não o adotarem, já que estão muito próximos à Linha do Equador.

 

Em Resumo

Devido à sua grande extensão longitudinal, o Brasil possui diferentes horários ao longo de seu território. Até 2008, eram quatro horários diferentes, e a partir daquele ano, com o objetivo de se adequar o horário de algumas regiões do Norte do país à grade de programação das redes de televisão, foi eliminado o quarto fuso brasileiro que abrangia o estado do Acre e parte do Amazonas. Assim, o Brasil possui apenas três fusos no contexto atual.

 

Já é cadastrado? Faça o Login!