Texto: Paralelismo Sintático e Semântico

Paralelismo Sintático e Semântico

A função dos paralelismos sintáticos e semânticos é a de aplicar estilo à construção de textos. 
 
 
Eles se caracterizam por meio das semelhanças entre palavras e/ou expressões que pertencem a uma mesma classe gramatical, que é a de ordem morfológica, ou pela semelhança entre frases e/ou orações, na ordem sintática, e ainda pela correlação de sentido entre os termos da frase, que é de ordem semântica
  • Ordem morfológica: observe abaixo um exemplo em que há a falta desse tipo de ordem, para estabelecermos o conceito. 
 
Na frase acima, temos a substituição de um substantivo por um adjetivo, o termo agressores foi colocado no lugar do termo agressões, o que causou uma ruptura na ordem morfológica. A frase acima deve ficar da seguinte forma: 
 
 
  • Ordem sintática: da mesma forma, observemos a não ocorrência da ordem sintática abaixo:
 
Na frase acima, no lugar do conectivo e, deveria ter sido usada a conjunção aditiva mas também, pois a frase transmite uma ideia de adição. Dessa forma, a oração correta seria: 
 
 
  • Ordem semântica:
 
 
Na frase acima, temos uma quebra de sentido relacionado ao tempo, pois é introduzida uma ideia relacionada ao tempo e em seguida há outra ideia que agora está relacionada à quantidade. 

Vejamos mais um caso de paralelismo semântico: na primeira frase, encontramos a quebra desse paralelismo, mas, em seguida, reestruturamos a frase:
 
 
A falta do paralelismo acontece pela supressão da palavra time.
 
 
Em nossa língua, encontramos ainda alguns casos que representam o paralelismo. Vejamos: 
  • não só... mas (como) também: conferindo uma ideia de adição para comparar as situações.
 
  • Quanto mais... (tanto) mais: transmitindo uma ideia de progressão.
 
  • Seja... Seja; Quer... Quer; Ora... Ora: expressando uma ideia de alternância. 
 
  • Tanto... Quanto: garantindo ideia de adição e de equivalência. 
 
  • Não... E não/nem: empregando uma sequência negativa. 
 
  • Por um lado... Por outro: garantindo referências negativas e positivas ao fato. 
 
  • Tempos verbais: concordando o verbo com seus respectivos tempos.
 

Em Resumo

A função dos paralelismos sintáticos e semânticos é a de aplicar estilo à construção de textos. Eles são caracterizados por semelhanças entre palavras e expressões (ordem morfológica); entre frases ou orações (ordem sintática) ou pela correlação de sentidos entre os termos da frase (ordem semântica). 
 
Já é cadastrado? Faça o Login!