Texto: Formação da Terra e Eras Geológicas

Formação da Terra e Eras Geológicas

Apesar de não haver um consenso entre a comunidade científica, a maioria crê que a Terra surgiu há cerca de 4,5 bilhões de anos após uma série de complexos eventos ocorridos no espaço sideral. Essa idade da Terra é calculada por meio de análises químicas realizadas em rochas e fósseis e, por isso, não são dados 100% precisos. Acredita-se que uma gigantesca estrela explodiu em algum local do universo, espalhando fragmentos de rochas e fumaça pelo espaço. A força da gravidade teria começado a atrair vários desses fragmentos em pedaços cada vez maiores, dando origem aos planetas que conhecemos, inclusive ao nosso belíssimo planeta Terra.

 

 

No início da formação da Terra, as temperaturas eram altíssimas, a superfície era formada somente por rocha derretida e as atividades vulcânicas eram intensas. Naquele período, nosso planeta era constantemente atingido por meteoros, e não havia a mínima condição de se desenvolver qualquer tipo de vida.

 

Os primeiros sinais de vida em nosso planeta só iriam aparecer cerca de um bilhão de anos após a sua formação. Ainda assim, eram formas de vida muito simples, constituídas basicamente por células microscópicas que se espalhavam aos poucos. Naquela época, a Terra ainda estava muito quente, e a crosta terrestre ainda não havia se constituído em sua totalidade.

 

À medida que as temperaturas do planeta diminuíam, acontecia também a solidificação das rochas superficiais, dando origem à crosta terrestre. Aos poucos, as condições para um adequado desenvolvimento da vida se tornavam mais favoráveis. Os gases emitidos pelos vulcões contribuíam para a constituição da atmosfera e o vapor d’água condensava, constituindo os oceanos. Isso tudo por volta de 3,5 a 4 bilhões de anos.

 

A vida só ganhou grande impulso para seu desenvolvimento há cerca de 600 milhões de anos. A partir daquele período, as condições para tal desenvolvimento eram bastante favoráveis em comparação ao início da formação do planeta. Naquela época surgiram os seres invertebrados, e algumas plantas marinhas evoluíram para peixes, anfíbios, répteis e insetos.

 

Os dinossauros, maiores animais que já habitaram este planeta, teriam surgido por volta de 220 milhões de anos atrás e foram extintos, ao que tudo indica em consequência de um grande asteroide que atingiu a Terra, por volta de 150 milhões de anos atrás.

 

Para muitos cientistas, foi somente após a extinção dos dinossauros que os mamíferos puderam se desenvolver melhor no planeta, surgindo inclusive a espécie humana.

 

A espécie humana teria surgido somente entre 100 mil e 250 mil anos atrás a partir de espécies primitivas muito parecidas com os macacos, até chegar à espécie atual: o homem moderno ou homo sapiens sapiens, cientificamente falando.

 

Na sequência, a evolução humana

 

As Eras Geológicas

Com o intuito de organizar melhor os inúmeros eventos que ocorreram e continuam acontecendo em nosso planeta desde a sua formação, foram criadas as eras geológicas. Elas compreendem períodos de milhares ou milhões de anos e são caracterizadas por apresentarem os eventos mais significativos que ocorreram em cada um desses períodos. O quadro a seguir apresenta o tempo geológico (tempo de vida da Terra) e a sua divisão em eras e períodos.

 

 

Observe que as eras geológicas podem ser divididas em períodos geológicos. Dependendo das classificações, podem aparecer outras denominações para essas eras.

 

Saiba Mais!

 

Um exercício de imaginação interessante diz respeito à comparação do tempo geológico da Terra com a passagem de um ano. Se fosse possível converter o tempo de existência da Terra ao período de 365 dias, por exemplo, teríamos os seguintes acontecimentos:

 

  • 1º de janeiro: surgimento da Terra;
 
  • 2 de março: surgimento das primeiras formas de vida;
 
  • 24 de julho: primeiros organismos eucarióticos;
 
  • 18 de novembro: formação dos grandes continentes;
 
  • 3 de dezembro: primeiros répteis;
 
  • 26 de dezembro: extinção dos dinossauros;
 
  • 31 de dezembro: surgimento do homem.

 

Perceba, portanto, que o tempo de existência de nossa espécie neste planeta é pouco significativo se comparado com o tempo total de existência da Terra.

 

Em Resumo

Com base nos estudos já realizados, a Terra teria surgido por volta de 4,5 bilhões de anos atrás. No início, as severas condições de temperatura e as intensas atividades vulcânicas impossibilitavam o desenvolvimento da vida. Os primeiros sinas de vida só surgiriam cerca de um bilhão de anos após esse início. No entanto, os seres vivos só se espalhariam por todo o planeta a, aproximadamente, 600 milhões anos atrás, até chegar à espécie humana atual: o Homo sapiens sapiens, que teria surgido há, no máximo, 250 mil anos. Cabe salientar que o tempo total de existência do planeta, chamado de tempo geológico, é dividido em eras geológicas.

 

Referências

FAIRCHILD, Thomas R.; TEIXEIRA, Wilson; BABINSKI, Marly (Orgs.). Decifrando a Terra. São Paulo: Oficina de textos, 2000, p. 558-559 (texto adaptado).

Já é cadastrado? Faça o Login!