Texto: O Que é Arte?

O Que é Arte?

O termo Arte vem do latim e traduz-se por habilidade ou técnica, definindo-se como uma atividade humana que manifesta a beleza, a emoção e a expressão dos sentimentos do artista. 

Analisando essa definição sob a luz do pensamento contemporâneo, é fácil perceber que a Arte adapta-se ao correr dos tempos e molda-se, constantemente, a novos conceitos, novas formas de pensar e de agir. 

Cada obra de Arte possui um significado único, ímpar e pessoal. Ela é, por si só, o resultado de um momento de inspiração, em que as ideias fundem-se num processo permeado pela sensibilidade e por uma atitude criadora. 

Nesses termos, pode parecer confuso, mas, na verdade, é bem simples: antes de qualquer pensamento mais profundo ou elaborado, é preciso entender que a Arte está por toda parte, presente em nossas vidas e acessível a nossos olhos e nossa percepção. 

A Música, a Dança, a Pintura, a Escultura, a Literatura, o Cinema, a Fotografia e a Arte Digital compõem um extenso e dinâmico painel, no qual podemos ver, claramente, o reflexo dos tempos, como a cultura de cada povo, os desafios e anseios vividos pelo homem num determinado espaço de tempo, etc. 

Se partirmos de um conceito rígido para definir a Arte, fica difícil compreender e assimilar tantas possibilidades para desenvolvê-la. Devemos, então, entendê-la, primeiramente, como a expressão livre do pensamento do artista, sustentada por suas emoções, seus sentimentos e, é claro, sua forma particular de enxergar o mundo a sua volta. 

Com base na compreensão desse fato, é possível dimensionar a incrível capacidade de criação e interpretação do homem-artista, uma vez que a energia criadora que o move também é infinita e permanentemente mutável.

Ao interpretar a realidade, o artista trabalha e processa internamente os fatores que movem a vida a seu redor. Conceitos sociais, religiosos, filosóficos, políticos e simbólicos são absorvidos e decodificados, resultando na produção de suas obras. 

A pluralidade das mídias que nos cercam hoje, assim como a velocidade com que tudo circula, faz com que essas produções atinjam-nos em cheio, mexendo com nossas emoções, despertando sensações e ideias, efetivando, assim, a legitimidade da Arte, como fator decisivo no caminho da evolução e do crescimento humanos. 

Ao trabalhar a definição de Arte, é importante partir do princípio de que ela está relacionada a variáveis, como época, as culturas humanas e as características únicas e étnicas de cada povo. Diante disto, fica clara a necessidade de se pensar e compreender a Arte como o conceito dinâmico que ela representa. 

Entender a dinâmica desse conceito evidencia a importância da Arte. Então, como não elaborar caminhos para que ela chegue mais perto das pessoas? 

A Arte, como resultado da criatividade humana, em qualquer modalidade, eleva o nível de consciência e de compreensão do homem diante do mundo que o cerca. 

O contato com a Arte na infância, ainda que de forma lúdica, abre caminhos para o desenvolvimento da criatividade e da percepção, além de fornecer ferramentas preciosas para o trabalho com as próprias emoções. 

O simples exercício do desenho livre, a leitura de poesias ou o contato com a música, têm o poder de desencadear o gosto pela beleza e a compreensão da estética, resultando na assimilação de conceitos como harmonia, equilíbrio, ritmo e estilo, de forma sensorial e real. 

A Arte é inspiradora. A Arte é libertadora. A Arte é transformadora.

Precisamos nos colocar diante dela de forma receptiva, dispostos a interagir. 

Livres de ideias preconcebidas e da rigidez de antigos dogmas, estaremos aptos a entender, definir e absorver a Arte em toda sua plenitude. 

Não existe uma resposta pronta, acabada, definitiva. Isto é um fato. E se não há uma resposta pronta, podemos fazer parte do processo de construção desta resposta. 

Hoje é o dia de escrevê-la. Agora, é o momento de construí-la. 

Nossos sonhos e anseios, nossos desejos e convicções, nossa maneira única e particular de ver o mundo e interpretá-lo e nossa resposta pessoal a tudo o que nos atinge. 

Tudo isso nos coloca no papel de construtores da Arte e de suas possíveis definições. Nosso comportamento define o quanto ela pode ou não fazer parte de nossas vidas. Desde as mais antigas pinturas rupestres de que se tem notícia até a conquista deste incrível mundo digital que se abre diante de nós, o homem tem se mostrado insuperável em sua capacidade criadora. O que antes parecia impensável, hoje, é simplesmente rotina. Em todo esse caminho, ficam evidentes a sensibilidade e a criatividade humanas. 

Por meio da Arte, o homem descobriu e desenvolveu habilidades que lhe abriram as portas para um universo infinito de possibilidades. Por isso, tão ou mais importante que definir a Arte, é vivenciá-la. 

Em todas as suas linguagens. 

Em todas as suas nuances. 

Em todos os seus formatos e mídias. 

Para que nos tornemos ainda mais plenos, mais conscientes de nós mesmos e, acima de tudo, mais humanos. 

Linguagens Artísticas 

Artes Visuais 

 

Dança 

 

Música 

Em Resumo 

A Arte é a manifestação da beleza e a expressão dos sentimentos do artista e sua história. Reflete a cultura dos povos, assim como os anseios e os desafios vividos pelo homem. Ela se fundamenta na capacidade criadora do homem, sendo esta alimentada por sua sensibilidade. O contato com a Arte desenvolve o pensamento criador e este possibilita o desenvolvimento das habilidades. 

Já é cadastrado? Faça o Login!