Texto: Tipos de Argumentos - O Texto e as Conjunções I - Produção Textual

Tipos de Argumentos - O Texto e as Conjunções I - Produção Textual

Este tópico é todo dedicado aos aspectos discursivos, ou seja, você vai colocar a mão na massa e escrever, vai praticar a escrita em uma proposta de produção de texto extraída de vestibular recente. Além disso, vai praticar a escrita em questões discursivas propostas por vários vestibulares do país.
 
 

Tipos de Argumentos

Vimos no tópico anterior alguns passos para a escrita do parágrafo introdutório. Após a leitura atenta do tema, transformamos o tema em questionamentos e aí estruturamos o parágrafo inicial, com a tese a ser defendida. Em seguida, é necessário desenvolver a redação e, para isso, argumentar é de suma importância. Na argumentação, procuramos, principalmente, formar uma opinião no leitor, precisamos fazer valer nossas posições. Dessa maneira, argumentar é provar, sustentar uma opinião, utilizando recursos que possam convencer o leitor de que a ideia (ou tese) defendida está correta. O próprio Guia de Redação do Enem fornece-nos o conceito da argumentação e também alguns procedimentos argumentativos. 
 
 
Convencer o leitor, portanto, está no cerne do texto dissertativo-argumentativo e, para isso, você deve utilizar os recursos argumentativos. Fique atento a isso e, por meio da leitura diária, utilize em seus textos argumentos de valor universal, argumentos que não podem ser refutados e que são importantes para trazer o leitor (ou corretor da banca) para seu lado. Com a leitura diária de jornais e revistas, banhe-se também de dados e estatísticas e utilize-os na escrita de seu texto. Outro ponto importante são as citações: no momento da leitura e interpretação do tema proposto, reflita e busque mentalmente nomes que você tenha estudado nas aulas de História, de Sociologia, de Filosofia, de Literatura e relacione-os com o tema. Isso tudo mostra para o corretor de sua redação que você é estudante antenado ao que acontece no mundo e que é um sujeito-leitor.
 
 

O Texto e as Conjunções I

Conjunção é a classe de palavras que apresenta um vocábulo ou uma expressão invariável que conecta, que liga, que une uma oração a outra oração. No campo das conjunções, há as chamadas conjunções coordenativas (ou coordenadas) e as conjunções subordinativas (ou subordinadas). Neste tópico, vamos estudar as conjunções coordenativas.
 


Conjunções Coordenativas

 


Fique atento ao uso da conjunção e. A ideia original dessa conjunção é de adição, entretanto, a conjunção e pode expressar outras ideias, como a adversativa. Veja:

 

Te ver e não te querer/ É improvável, é impossível/
Te ter e ter que esquecer/ É insuportável
É dor incrível (Skank): adversativa
 
 

Em Resumo

Você estudou alguns procedimentos argumentativos neste tópico e viu a importância deles para a composição de seu texto. Leia e treine bastante com esses recursos argumentativos e, por meio da argumentação, convença o leitor de seu ponto de vista. Você também começou a estudar as conjunções, assunto importante relacionado à escrita e interpretação de textos e, neste tópico, você estudou as conjunções coordenativas, que se subdividem em aditivas, adversativas, alternativas, conclusivas e explicativas. Por fim, há uma proposta de produção de texto para que você coloque tudo o que aprendeu em prática.
Já é cadastrado? Faça o Login!