Texto: O Egito

O Egito

O Egito é um país que está situado no nordeste do continente africano.
 

O mapa ao lado mostra que os antigos egípcios criaram uma civilização em meio a dois desertos: o deserto da Líbia e do deserto da Arábia. Para isso, eles precisaram aproveitar as cheias do Rio rio Nilo, que teve uma importância fundamental para essa civilização.
 

Desde antes da formação do Egito, os povoados próximos ao rio Nilo já faziam obras de irrigação e cultivavam cereais. Foi com o passar do tempo e com o aumento das disputas por terras férteis entre os chefes desses povoados que surgiram dois grandes reinos: o Alto Egito, localizado ao sul, e o Baixo Egito, ao norte.
 

Foi em 3100 a.C. que o rei Menés, do Alto Egito, conquistou o Baixo Egito e, assim, houve a unificação dos dois reinos. Este Esse rei se tornou o primeiro faraó e o fundador da primeira dinastia e do Império Egípcio.
 


História Política

A história política do Império Egípcio é dividida em três períodos. No Antigo Império, que compreendeu os anos de 2680- a 2180  a.C., os faraós e seus funcionários construíram importantes obras públicas, como a pirâmide de Quéops, que, ao ser construída, tinhacom 146 metros de altura na época da construção,  e a esfinge de Gizé que, no Egito antigoAntigo, eram estátuas que representavam divindades com corpo de leão e cabeça humana. A esfinge mede 72 metros e tem 20 metros de altura.
 
 
 

No Médio Império, entre 2040 e 1780 a.C., os egípcios conquistaram a Núbia, região rica em minerais, e expandiram seu território. Também enfrentaram guerras e revoltas internas que provocaram o seu enfraquecimento, sobretudo com a invasão dos hicsos, originários da Ásia Central, que permaneceram na região do Egito por 150 anos.
 

Já no Novo Império, 1570 – 1070 a.C., os hicsos foram expulsos do território egípcio e os faraós organizaram um poderoso exército para reconquistar a Núbia e ocupar a Síria, a Fenícia e a Palestina o que aumentou muito o poder do faraó.
 


Estrutura Social

Importa lembrar que, no Egito Antigo, o faraó não era um ser de origem divina, mas, sim, o próprio deus. A ele cabia governar o império, coordenar a construção de obras públicas e comandar os militares. Era comum os faraós construírem para si e suas famílias grandiosos túmulos, como a pirâmide de Quéops, vista na imagem acima.
 

Junto com os faraós, estavam os altos funcionários e os sacerdotes, que tinham posição de destaque na sociedade do Egito Antigo. Dentre os altos funcionários, encontravam-se os escribas, que controlavam a vida econômica do Egito, já visto que estudavam desde os cinco anos em escolas especiais e tinham conhecimento de cálculo, leitura e escrita. Os sacerdotes eram responsáveis pelos serviços religiosos e cuidavam da administração dos templos, que eram riquíssimos devido às oferendas da população.
 

Também faziam parte da sociedade egípcia os artesãos, que faziam confeccionavam brinquedos, móveis, barcos, casas, armas, carros de guerra, etc., os comerciantes e os militares.
 

Os camponeses eram a maior parte da população egípcia e tinham uma vida difícil, pois recebiam pouco pelo seu trabalho e tinham que pagar impostos. Os escravos, em sua maioria, eram prisioneiros de guerra e faziam os trabalhos mais pesados.
 
Veja uma representação dos camponeses trabalhando na terra no Egito Antigo
 
 

Práticas Religiosas

Embora a sociedade estivesse dividida, todos acreditavam na existência de deuses, por isso eram politeístas, e também na existência da vida depois da morte. Os deuses egípcios eram representados com forma humana ou forma humana e animal.
 
 
Os deuses egípcios eram representados com forma humana ou forma humana e animal
 

Os egípcios também acreditavam que, ao morrer, toda pessoa era julgada no Tribunal de Osíris e, caso fosse absolvida, a alma poderia reocupar o corpo ao qual pertencia, desde que o corpo estivesse em condição de recebê-la. É por isso que os egípcios desenvolveram a técnica da mumificação, isto é, tratamento químico para evitar a decomposição do corpo transformando-o em múmia, que era colocada em um sarcófago.
 
 
Mumificação
 

Em Resumo

Neste tópico, você aprendeu sobre a sociedade, a política e os costumes da sociedade do Egito Antigo, uma região que quase nunca é associada à África, embora esteja localizada no nordeste deste desse continente. Você estudou os principais feitos em cada uma das periodizações da história política do Egito: Antigo Império, Médio Império e Novo Império, e também aprendeu a importância dos faraós para aquela essa civilização.
Já é cadastrado? Faça o Login!