Texto: Reino Metazoa: Anelídeos

Reino Metazoa: Anelídeos

Os anelídeos são invertebrados que se caracterizam pela divisão do corpo em muitos segmentos (metameria). Os metâmeros ou segmentos do corpo são semelhantes entre si, formando um conjunto de anéis. Nesse grupo estão representantes bem conhecidos, como as minhocas e sanguessugas, e outros nem tanto, como as espécies aquáticas de ambientes marinhos.
 
 
 
 

Características Gerais

Conheça a seguir as principais características dos anelídeos:
 
 
  • São animais triblásticos com endoderme, ectoderme e mesoderme.
 
  • A simetria é bilateral.
 
  • O corpo é dividido em segmentos (metameria).
 
  • A concha pode ser interna, externa ou ausente.
 
  • O blastóporo origina a boca antes do ânus, durante o desenvolvimento embrionário (protostômios).
 
  • São animais celomados. O líquido celomático funciona como um esqueleto hidráulico, com compartimentos e cada segmento do corpo.
 
  • Possuem cerdas quitinosas laterais que facilitam a locomoção. 
 
 

Digestão

O sistema digestivo é completo, composto por um tubo alongado e não segmentado que vai da boca ao ânus. A digestão é extracelular. O alimento passa por boca, faringe, esôfago e é armazenado no papo, sendo triturado na moela e seguindo para o intestino, onde existe uma estrutura denominada tiflossole que potencializa a absorção dos nutrientes.
 
 

 

Circulação

O sangue geralmente contém hemoglobina que transporta o oxigênio. O sistema circulatório, na maioria das espécies, é fechado, ou seja, confinado dentro de vasos sanguíneos. O sangue flui devido às dilatações em vasos contráteis, consideradas como cinco pares de corações, com função de bombeamento.
 
 

Respiração

Na maioria dos anelídeos, as trocas gasosas são realizadas diretamente através da pele úmida (respiração cutânea ou tegumentar). Entretanto, em muitas espécies marinhas existem brânquias associadas aos segmentos do corpo.
 
 

Excreção

O sistema excretor dos anelídeos tem como unidade funcional os nefrídios. Estão distribuídos por quase todos os segmentos do corpo e funcionam tal como os túbulos renais nos seres humanos, isto é, pelos processos de filtração, reabsorção e excreção. Eliminam basicamente amônia, ureia e creatina.
 
 

Coordenação Nervosa

O sistema nervoso é composto por um par de gânglios cerebrais ligado a um cordão nervoso ventral que se estende por todo o comprimento do corpo do animal. Existem nervos laterais conectados aos gânglios distribuídos por cada segmento, e há diversos órgãos sensitivos para tato, paladar, além de fotorreceptores e estatocistos de equilíbrio.
 
 
 

Reprodução

As minhocas são hermafroditas, pois produzem gametas masculinos e femininos. Apesar disso, esses animais obrigatoriamente realizam a fecundação cruzada. 
 
 
O sistema reprodutor masculino possui pares de testículos produtores de espermatozoides que ficam armazenados nas vesículas seminais. Esses gametas são conduzidos para os ductos espermáticos e transferidos após passarem pelos poros genitais masculinos.
 
 
Enquanto isso, o sistema reprodutor feminino possui pares de ovários em que são produzidos os óvulos, sendo levados ao oro genital feminino, onde aguardam a fecundação. Os espermatozoides de outro indivíduo são introduzidos no instante da cópula através dos receptáculos seminais.
Dois indivíduos se unem durante a fecundação cruzada pela região do clitelo, um dos segmentos do corpo que se diferencia pelo maior tamanho. Após a copulação, forma-se o casulo, contendo óvulos e espermatozoides. Com a fecundação e a formação dos ovos no seu interior, o casulo desloca-se do clitelo e sai do corpo do animal; logo, novos indivíduos são formados.
 
 
 

Importância das Minhocas

As minhocas são organismos saprófitas, pois se alimentam de matéria orgânica, sobretudo de resíduos de vegetais. Durante esse processo, eliminam excrementos ricos em nutrientes que contribuem para a fertilização do solo, em que o produto do seu processo nutricional é chamado de húmus de minhoca. A minhocultura é uma atividade econômica, pois a produção de húmus, utilizado como adubo natural na agricultura, proporciona rendimentos financeiros significativos. 
 
 
 
Reprodução das minhocas
 
 
 
Outra questão importante está relacionada com o comportamento desses animais. As minhocas são terrícolas e escavam galerias, promovendo a aeração e descompactação dos solos. Esse processo traz um grande benefício para as raízes das plantas e favorece a infiltração de água na terra.
 
 
Reprodução do húmus de minhoca
 
 

Em Resumo

Os anelídeos são animais com o corpo segmentado, formado por metâmeros (anéis). Seus principais representantes são as minhocas, sanguessugas e nereis. Habitam diversos ambientes, entre terrestres, aquáticos, marinhos e de água doce, além de possuírem sistemas fisiológicos complexos, tubo digestivo completo e excreção por nefrídios geralmente com respiração cutânea e circulação fechada. As minhocas são hermafroditas, mas realizam fecundação cruzada. Vale salientar que elas desempenham um papel fundamental na fertilização e aeração dos solos.
Já é cadastrado? Faça o Login!