Texto; A Conquista da Independência na Ásia

A Conquista da Independência na Ásia

A Ásia foi dominada pelos europeus no século XIX. Ao final da Segunda Guerra Mundial, com o enfraquecimento das potências europeias, tal continente lutou por sua independência. Nesse contexto, o processo de independência da Índia foi por meio de uma resistência pacífica. 

 

 

O Contexto na Índia 

Na luta pela independência, a Ásia – assim como ocorrera na África – contou com o apoio dos países que tinham se declarado de Terceiro Mundo na Conferência de Bandung, realizada na Indonésia. Tai nações, ao se denominarem não aliados na Guerra Fria, eram neutros em relação aos dois blocos e prometeram apoio na independência da Ásia e da África. 

 

Na Índia, que era dominada pela Inglaterra, a independência começou a partir do final do século XIX. Lá havia grupos distintos que lutavam pela libertação do país: 

 

  • Partido do Congresso: reunia as camadas médias da sociedade indiana, formada por professores, jornalistas, entre outros. A principal religião desse grupo era a hindu.
 
  • Liga Mulçumana: eram mulçumanos, liderados por Mohammad Ali Jinnah, que defendiam a separação da Índia em dois países, Índia para os hindus e Paquistão para os mulçumanos.  

 

Saiba Mais!

 

  • A Conferência de Bandung, realizada de 14 a 24 de abril de 1955, foi uma reunião que contou com 27 países da Ásia e seis africanos, com o objetivo de se unirem como uma nova força econômica e cultural contra o neocolonialismo dos países europeus.
 
  • O hinduísmo, também conhecida como hindu, é uma religião que acredita em um ser supremo representado por várias divindades. 
 
  • Os mulçumanos são povos que adotam o islamismo, religião centrada na vida e nos ensinamentos de Maomé. 

 

A Independência 

O principal líder do movimento de independência indiana foi Mohandas Gandhi, mais conhecido como Mahatma Gandhi. A sua forma de enfrentar a resistência britânica foi diferente: ele propôs a resistência pacífica, tática de luta baseada na desobediência servil. Com isso, os indianos desobedeciam as leis, não compravam produtos ingleses e deixaram de pagar impostos.

 

Gandhi e os seus seguidores faziam a própria roupa, sendo que, em 1930, o movimento ganhou popularidade e reconhecimento internacional. Gandhi também tentou unir mulçumanos e hindus para lutarem juntos pela independência. Pressionado pelos indianos e sofrendo com as crises após o fim da Segunda Guerra Mundial, o governo inglês resolveu negociar com o povo daquele país. 

 

Em agosto de 1947, o país se tornou independente, mas foi dividido em dois: a Índia, com a maioria hindu e o Paquistão ,com a maioria mulçumana. Em 1971, o Paquistão ainda foi dividido em Paquistão Ocidental e Oriental, em que o lado Oriental recebeu o nome de Bangladesh.  

 

As rivalidades entre hindus e mulçumanos aumentaram após a divisão do país, tendo ocorrido massacres dos dois lados. Diante disso, mais de cinco milhões de hindus saíram do Paquistão para a Índia e cerca de seis milhões de mulçumanos fizeram o caminho contrário. 

 

Saiba Mais!

 

Para conhecer mais sobre a independência da Índia e a vida de Mahatma Gandhi, assista ao filme Gandhi, de 1982, dirigido e produzido por Richard Attenborough.

 

 

Leitura

 

Mahatma Gandhi (1869-1948) nasceu em Porbandar, na Índia, no dia 2 de outubro. Seu nome verdadeiro era Mohandas Karamchand, e seu pai, político local. Como era costume, Gandhi teve um casamento arranjado aos 13 anos de idade. Foi para Londres estudar Direito e, em 1891, voltou ao seu país para exercer a profissão. Dois anos depois foi para a África do Sul, também colônia britânica, onde iniciou um movimento pacifista.

 

Ele foi um líder pacifista indiano. Principal personalidade da independência da Índia, então colônia britânica, ganhou destaque na luta contra os ingleses por meio de seu projeto de não violência. Além de sua luta pela independência daquele país, ficou conhecido por seus pensamentos e sua filosofia. Recorria a jejuns, marchas e à desobediência civil, ou seja, estimulava o não pagamento dos impostos e o boicote aos produtos ingleses.

 

Terminada a Primeira Guerra Mundial, a burguesia na Índia desenvolveu forte movimento nacionalista, formando o Partido do Congresso Nacional Indiano, tendo como líderes Mahatma Gandhi e Jawaharlal Nahru. O programa pregava a independência total da Índia, a confederação democrática, a igualdade política para todas as raças, religiões e classes, as reformas socioeconômicas e administrativas e a modernização do Estado.

 

As rivalidades entre hindus e muçulmanos retardaram o processo de independência. Com o início da Segunda Guerra Mundial, Gandhi voltou a lutar pela retirada imediata dos britânicos do seu país. Só em 1947 os ingleses reconheceram a independência da Índia.

 

Adaptado de: http://www.e-biografias.net/mahatma_ghandi/

 

Em Resumo

Na Ásia, no movimento de independência do domínio europeu, teve destaque a libertação da Índia. Mahatma Gandhi foi o principal líder e propôs uma independência pacífica por meio da resistência dos indianos aos ingleses. O movimento, ao ganhar popularidade, obrigava a Inglaterra a negociar com a Índia, que ganhou sua independência em agosto de 1947. 

 

Referências

BOULOS JÚNIOR, Alfredo. História – sociedade & cidadania. 9º ano. São Paulo: FTD, 2009.

COTRIM, Gilberto. História para o ensino médio Brasil e geral. 1. ed. São Paulo: Saraiva, 2002. Volume único.

PELLEGRINI, Marco César. Vontade de saber história. 9º ano. 2. ed. São Paulo: FTD, 2012.

Já é cadastrado? Faça o Login!