Texto: Paródias

Paródias

Chamamos de paródia a imitação cômica de uma produção literária, musical ou cinematográfica. Geralmente é uma imitação de caráter cômico e irônico. Ela é sempre parecida com a obra original, mas apresenta um sentido diferente. 

 

A paródia é o resultado de uma nova interpretação, de um novo olhar sobre a obra, recriando a produção já existente e, em geral, já conhecida e respeitada. O objetivo da paródia é inserir a obra original dentro de um novo contexto, colocando-a num padrão descontraído e despojado e tirando vantagem do sucesso da obra original.

 

Paródia na Música

Na música, a paródia é um estilo que se firmou como método no século XXI. Contudo, é, às vezes, artisticamente um gênero questionável. Muitos críticos veem em sua execução apenas a cópia de um sucesso. Por outro lado, a paródia tem a seu favor o tom alegre e despojado que a ironia permite, agradando pela estrutura cômica e alegre.

 

 

Paródia no Cinema e na Televisão

Na televisão e no cinema, a paródia se apropria de grandes sucessos de bilheteria e de público transformando as produções, sejam elas de quais gêneros forem, em comédias hilárias. Mesmo as grandes tragédias podem ser transformadas e lapidadas para refletirem o humor e a ironia característicos das paródias.

 

O que Você Deve Saber para Fazer uma Paródia Musical

Ao criar uma paródia, há algumas observações importantes. É preciso:

 

  • Elaborar frases que se encaixem com perfeição na composição original;
 
  • Estudar o assunto;
 
  • Redigir algumas frases sobre ele;
 
  • Escolher uma música famosa, de preferência, com uma melodia bem conhecida;
 
  • Encaixar, na primeira frase da música, as palavras do tema que você escolheu;
 
  • Cantar, ao longo da composição, para ver se tudo se encaixa com harmonia.

 

Para compreender os elementos estruturais da paródia, é importante interpretá-los tendo como referência a produção artística moderna. A paródia musical pode até ser feita sem instrumentos, mas estes certamente deixam a experiência mais divertida. A música deve começar por uma introdução que identifique o tema. 

 

Apesar de a paródia ter um caráter cômico, o humor não precisa necessariamente se sobrepor à criatividade. O mercado da música possui um espaço já consagrado para as paródias; elas têm um público e uma faixa de mercado já estabelecido. Os comerciais da televisão, os programas humorísticos e as músicas feitas para o Carnaval são um exemplo claro desse mercado. Vale lembrar ainda que a paródia pode ser feita com a literatura e com as imagens, sempre seguindo o roteiro básico de transformar, em humor e irreverência, o que antes era sério e profundo.

 

 

Em Resumo

A paródia representa um gênero da linguagem artístico no qual predominam a irreverência e a ironia. Criticamente, nem sempre é vista com bons olhos. Há, contudo, um mercado e um público que a consomem e a aprovam. Não há dúvida de que uma boa paródia eleva o humor, e, como crítica, pode despertar questionamentos e levar a reflexões importantes.

Vamos Praticar?
Já é cadastrado? Faça o Login!