Texto: Ecossistemas e Biomas

Ecossistemas e Biomas

O ecossistema é a unidade funcional de base em ecologia, porque inclui, ao mesmo tempo, os seres vivos e o meio onde vivem. Neste tópico vamos conhecer melhor os grandes ecossistemas terrestres da biosfera, assim como a biodiversidade e o bioma brasileiros.
 
 
 
Tundra (A); Taiga (B); Floresta Temperada(C); Estepes (D); Floresta tropical (E); Deserto (F)
 
 

Os Grandes Ecossistemas Terrestres da Biosfera

 

Tundra 

 
  • Linha de neve permanente, acima do círculo polar; temperaturas muito baixas quase o ano todo; estação de crescimento curta (verão). 
 
  • Altas latitudes (especialmente hemisfério norte) e altitudes; solo congelado o ano todo ou a maior parte do ano. 
 
  • Sem árvores – apenas ervas, liquens e musgos. 
 
  • Maioria dos animais (aves insetívoras, lebres, caribus, lobos, raposas) hiberna ou migra. 
 
 

Taiga (ou floresta boreal ou floresta de coníferas). 

 
  • Latitudes altas (especialmente hemisfério norte), abaixo da tundra. 
 
  • Maioria das árvores perenes com folhas em forma de agulha, poucas com folhas largas (caducifólias). 
 
  • Inverno muito frio; verão curto, porém mais longo que na tundra. 
 
  • Muitos insetos, aproveitados por aves migratórias para alimentar filhotes. 
 
  • Aves insetívoras ou predadoras, cervos, ursos, lobo, raposas, gatos. 
 
 

Floresta Temperada 

 
  • Zonas temperadas com invernos frios e verões mais longos. 
 
  • Maioria das árvores caducifólias (tons vermelhos e amarelos no outono). 
 
  • Fauna semelhante à da taiga, mas com porcos, esquilos e outros, além de algumas aves granívoras e frugívoras. 
 

 

Campo de Gramíneas (pradaria e estepe) 

 
  • Climas temperados secos e/ou sazonais. 
 
  • Fogo é frequente. 
 
  • Predominam gramíneas; alguns arbustos e nenhuma árvore. 
 
  • Fauna de ungulados pastadores, carnívoros grandes, lebres e aves terrestres. 
 
 

Floresta Tropical 

 
  • Climas úmidos e quentes, com estações chuvosas longas. 
 
  • Vegetação perenifólia, complexa, com grande estratificação (emergentes, dossel, sub-bosque). 
 
  • Fauna muito diversificada em espécies e hábitos; grandes mamíferos são raros. 
 
 
 

Savana Tropical 

 
  • Climas quentes, mas com estação seca longa (chuvas muito concentradas no tempo). 
 
  • Muitas gramíneas, muitos arbustos e poucas árvores (baixas e com troncos retorcidos no cerrado). 
 
  • Fogo é frequente. 
 
  • Na África, muitos mamíferos grandes pastadores, vários carnívoros; na América do Sul, são raros mamíferos pastadores, ao passo que formigas e cupins têm grande importância. 
 
Biodiversidade da fauna brasileira

 

Desertos 

 
  • Climas quentes e secos; chuvas extremamente raras; grandes variações diárias de temperatura. 
 
  • Arbustos caducifólios, cactos e suculentas. 
 
  • Fauna com muitos répteis e poucos mamíferos e aves (maioria escavadora). 
 
 

A Biodiversidade Brasileira

O Brasil é o país de maior biodiversidade do Planeta. Foi o primeiro signatário da Convenção sobre a Diversidade Biológica (CDB – Nações Unidas).
 
 
 
Devido a sua dimensão continental e à grande variação geomorfológica e climática, o Brasil abriga sete biomas e incalculáveis ecossistemas.
 
 
A biota terrestre possui a flora mais rica do mundo, com até 56.000 espécies de plantas superiores, já descritas; acima de 3.000 espécies de peixes de água doce; 517 espécies de anfíbios; 1.677 espécies de aves; e 518 espécies de mamíferos; pode ter até 10 milhões de insetos.
 
 
 
É preciso lembrar que abriga, também, a maior rede hidrográfica existente e uma riquíssima diversidade sociocultural.
 
 
 
Apesar de contar com quase 1/3 das florestas tropicais existentes no mundo, o Brasil apresenta somente 1,99% de seu território em unidades de conservação federais de uso indireto (cujos recursos naturais não podem ser explorados), uma média muito inferior à média mundial (6%).
 
 
 
O percentual das áreas protegidas nos biomas varia de 0,01% (nas áreas de transição) a 6,24 % na área costeira. A Mata Atlântica, que originalmente cobria 13% do Brasil, tem 0,69% de sua área protegida. O cerrado, que chegou a ocupar 23% área brasileira, tem 0,85% de sua extensão protegidos em unidades de conservação. Nos campos sulinos, o índice é de 0,3%; na caatinga, 0,65%, e na Amazônia, 3,6%.
 
 
 

Biomas Brasileiros 

 O bioma é uma unidade ecológica de grande extensão de área modelada pela interação entre os seres vivos e as condições ambientais de uma determinada região. Os biomas possuem fisionomia homogênea e um tipo de formação vegetal predominante, que são facilmente identificáveis.
 
Mapa dos biomas brasileiros
 
 

Mata Atlântica

 
  • Em 1500, essa exuberante floresta se estendia por quase toda a costa atlântica, atravessando as atuais fronteiras com o Paraguai e a Argentina, na área onde se situa o Parque Nacional do Iguaçu.
 
  • Primeiro ciclo econômico da colonização, com a exploração do pau-brasil, uma essência tinturial, vermelha, que deu nome ao país.
 
  • Grande número de espécies de árvores com até 40 metros de altura. Floresta densa recoberta por musgos, bromélias e orquídeas.
 
  • Uma fauna diversificada de aves como tucanos, papagaios, araras multicoloridas, mutuns e beija-flores. Mamíferos, tais como tamanduás, antas, preguiças, porcos-do-mato e uma grande diversidade de macacos e saguis, além de grande diversidade de répteis e insetos.
 
  • Apesar da grande devastação, a Mata Atlântica ainda abriga uma rica biodiversidade, além de ecossistemas associados, como os manguezais e as restingas. 
 
  • É considerada uma das florestas tropicais mais ameaçadas do planeta. Das 17 espécies de primatas da floresta atlântica, 9 são endêmicas e 10 estão seriamente ameaçadas. Na Mata Atlântica, são conhecidas 130 espécies de mamíferos, 51 delas endêmicas, 23 espécies de marsupiais; 57 espécies de roedores; 160 espécies de aves endêmicas; 183 espécies de anfíbios, 92% delas endêmicas; 143 espécies de répteis.
 
 

Amazônia 

 
  • É o bioma de maior biodiversidade tropical do mundo. Supera qualquer outro em todas as categorias para as quais existem informações possíveis de serem comparadas, incluindo plantas, aves, mamíferos, répteis, anfíbios e peixes. 
 
  • Sua área varia entre 6 e 7 milhões de km2, sendo compartilhada por nove países. De todo esse território, acredita-se que 80% estão intactos. 
 
  • Representa aproximadamente 53% de toda a cobertura de floresta tropical da superfície do planeta e possui o mais complexo sistema de rios da Terra. 
 
  • Possui vastas áreas inundadas que contribuem para representar a maior fauna de peixes de água doce do mundo, aproximadamente 30% do total. São quase 3.000 espécies e ainda há muito para se descobrir.
 
  • Os macacos são as principais espécies ícones da Amazônia. Desde o pequeno sagui-leãozinho passando pelo sagui-anão, que pesam respectivamente 120 e 150g, até o uacari e o macaco aranha, que pode exceder os 7kg. 
 
  • Outras espécies, como a ariranha e o peixe-boi da Amazônia, estão ameaçadas de extinção, devido à caça comercial. 
 
  • Outra espécie notável da Amazônia é o pirarucu, um dos maiores peixes de águas doce do mundo, podendo alcançar 4,5m e 90 kg, tendo importância fundamental na pesca comercial da região.
 
 

Cerrado

 
  • Segundo maior bioma do Brasil representa a mais extensa região de savana da América do Sul. 
 
  • Formado por diferentes tipos vegetacionais, como o cerradão, formação florestal que ocupa os solos mais férteis; o cerrado propriamente dito é uma savana com uma camada herbácea bem desenvolvida, árvores pequenas e arbustos, além do campo sujo e o campo limpo. 
 
  • Matas de galeria são formações encontradas ao longo dos rios de grandes bacias hidrográficas brasileiras. 
 
  • Possui alto grau de endemismo, principalmente de plantas, além de grande diversidade de vertebrados. 
 
  • Sua fauna inclui grandes mamíferos como o lobo guará, tamanduá-bandeira, tatu canastra, a anta, o veado-campeiro, onça-pintada, sussuarana, jaguatirica, entre outros.
 
 
 

Caatinga

 
  • Vegetação arbórea e arbustiva com mata seca e mata úmida. 
 
  • A caatinga pode se apresentar como o tipo “carrasco” (vegetação fechada) ou formações abertas com domínio de cactáceas e bromeliáceas. 
 
  • O potencial hídrico do bioma é considerado baixo, refletindo a escassez de chuvas do semiárido. 
 
  • Os riachos são temporários ou perenes de pequena vazão, mas nas chapadas altas ocorrem rios de grande potencial hídrico, afluentes do São Francisco. 
 
  • A fauna tem relação direta com o bioma Cerrado e Mata Atlântica, adjacentes, mas pode-se destacar a diversidade de aves (348 espécies). 
 
 

 

Pantanal

 
  • É a maior planície inundável do mundo, com 210.000 km2, e habitat de uma das mais espetaculares concentrações de vida silvestre da Terra. 
 
  • Ocupa vastos territórios brasileiros bem como, em menor extensão, terras bolivianas e paraguaias.
 
  • Caracteriza-se por seu regime de águas (de secas e cheias), ficando inundado por vários meses. 
 
  • Os peixes de água doce são bastante diversos. Foram registradas 325 espécies de peixes no Pantanal, sendo 15 endêmicas. 
 
  • As aves têm especial destaque na fauna pantaneira, por sua abundância, com mais de 400 espécies.
 
  • Sua vegetação compartilha espécies com os biomas vizinhos. Nas áreas inundadas, as espécies do Cerrado prevalecem; existem também espécies amazônicas além de espécies do Chaco paraguaio e até mesmo da Caatinga.
 
 

 

Campos sulinos

 
  • Estendem-se pelo Rio Grande do Sul e ultrapassam as fronteiras com o Uruguai e a Argentina. São conhecidos com o nome de pampas.
 
  • Caracterizados pelo clima subtropical, sua vegetação é predominantemente herbáceas com uma paisagem homogênea e plana.
 
  • No litoral do Rio Grande do Sul, a paisagem já se apresenta diferenciada, com ambientes alagados, e a vegetação é formada por espécies como o junco, gravatás e aguapés.
 
 

Em Resumo

Os ecossistemas são representados pelo conjunto dos fatores bióticos, ou seja, pelas comunidades e populações, bem como pelos fatores abióticos ou condições ambientais. Existem grandes ecossistemas terrestres distribuídos por todas as regiões do planeta, como a tundra, a taiga, as florestas tropicais, as florestas temperadas, as savanas, os estepes e os desertos. O bioma é uma unidade ecológica regionalizada. Os biomas brasileiros são a Mata Atlântica, a Amazônia, o Pantanal, o Cerrado, a Caatinga e os Campos Sulinos.
Vamos Praticar?
Já é cadastrado? Faça o Login!