Texto: A Cultura Grega: Jogos, Artes e Mitologia

A Cultura Grega: Jogos, Artes e Mitologia

Neste tópico, você irá conhecer alguns aspectos da cultura grega, como os jogos olímpicos, o teatro e as pinturas gregas e os deuses cultuados.
 

 

Jogos Olímpicos

Os jogos olímpicos que conhecemos atualmente foram inspirados nos jogos olímpicos da Grécia Antiga. A figura ao lado, uma pintura em cerâmica da Antiguidade, é uma representação desses jogos.
 
  Atletas lutando em olimpíadas
 
 

Na sociedade grega, os jogos olímpicos aconteciam de quatro em quatro anos. O primeiro deles foi na cidade de Olímpia no ano 776 a.C. Eles eram uma homenagem ao deus Zeus, portanto, não era um acontecimento apenas esportivo. Os jogos olímpicos tinham também um sentido cívico e religioso, tanto é que, quando se aproximava da data de sua realização, os gregos interrompiam as guerras. Muitos homens de diferentes localidades gregas e de diversas profissões viajavam para Olímpia para participar do grandioso acontecimento. Contudo, as mulheres não podiam nem participar das competições nem assisti-las.
 
 
Uma representação do que era a cidade-estado de Olímpia
 
 

Os vencedores das olimpíadas não ganhavam algo material; recebiam apenas uma coroa feita com folhas de louro como prêmio, recompensa. 
 
 

Eles também eram muito bem recebidos quando voltavam à cidade de origem e a população erguia estátuas em homenagem aos vencedores, como a da imagem abaixo.
 
 
Discóbolo, “O arremessador de discos”, do escultor grego Míron, confeccionada em 450 a.C.
 
 
 


O Teatro Grego

O teatro grego tinha um caráter humanista, isto é, valorizava em sua arte o ser humano. Ele também surgiu a partir de uma festa religiosa, mas, em vez em homenagear o deus Zeus, como nos jogos olímpicos, o teatro homenageava Dionísio, o mais jovem dos deuses.
 
Dionísio, o mais jovem dos deuses
 

“Dionisíaca” era o nome da festa que acontecia anualmente. As peças eram apresentadas ao ar livre e ocorriam várias num mesmo dia. Ricos e pobres compareciam aos espetáculos teatrais que faziam parte da educação grega. Os pobres podiam assistir as peças gratuitamente.
 

Abaixo, uma imagem das ruínas do teatro de Epidauro, no século IV a.C. Era um dos teatros mais famosos da Grécia Antiga, comportando aproximadamente 17 mil pessoas. A plateia ficava no auditório (escadarias) e os melhores lugares pertenciam às autoridades civis e religiosas. Havia também o local da orquestra, que era onde o coro dançava e cantava (no círculo), além do palco, onde os atores, todos homens, representavam.
 

Os gregos, além de escreverem peças que até hoje são adaptadas e encenadas no mundo inteiro, também foram os criadores de dois gêneros teatrais muito conhecidos: a comédia e a tragédia. A comédia usava do humor para fazer críticas à política e sociedade gregas. Já a tragédia tinha como temática peças que apresentavam mudanças drásticas na vida das pessoas. Os gregos usavam máscaras para representar a comédia e a tragédia.
 
 
 


Pinturas Gregas

Os gregos antigos utilizavam os vasos de cerâmica, que, para a sociedade grega, serviam para armazenar e transportar alimentos, para realizar as suas pinturas. Tornaram-se obras de grande valor artístico e muito importantes para o estudo da Grécia Antiga. Os artistas se inspiravam em cenas mitológicas e do dia a dia, como esporte, trabalho, família, amor etc., para pintar os vasos. Eles desenvolveram várias técnicas de pintura, dentre as quais duas ficaram muito conhecidas: a técnica de figuras negras e a técnica de figuras vermelhas.
 
 
Pintura de Exéquias: o maior representante da técnica de figuras negras
 

O pintor Exéquias foi o maior representante da técnica de figuras negras. Ele mantinha a cor natural da argila como fundo da peça e pintava as personagens de preto.
 

Já Andócines, artista que foi aluno de Exéquias, resolveu inverter o esquema de cores: pintava o fundo da peça de preto e deixava as figuras da cor natural da argila grega.
 
 
 


Os Deuses e Heróis Gregos

Como vocês perceberam, os gregos eram povos politeístas, ou seja, cultuavam diversos deuses e heróis, como o deus Zeus (jogos olímpicos) e o deus Dionísio (teatro). Eles acreditavam que os deuses viviam no alto do Olimpo, a montanha mais alta da Grécia.
 
 

Segundo os gregos, os seus deuses (e deusas) eram semelhantes aos seres humanos. Isso significa que eles praticavam a guerra, possuíam sentimentos de amor, ódio, ciúmes, inveja. Também tinham família, casavam-se e tinham filhos.
 

Os gregos também acreditavam que os deuses podiam ajudá-los ou prejudicá-los. Por isso que, quando queriam agradar a um deus, ofereciam-lhe orações, festas e presentes. Como você já aprendeu, Zeus era o mais poderoso deus grego e tinha a função de zelar pela justiça entre os seres humanos.
 
1) Hera
 
 
2) Hades
 
 
3) Poseidon 
 
 
4) Ares
 
 
Hades era irmão de Zeus e representava o senhor do reino dos mortos.
 
 
O outro irmão de Zeus era Poseidon, considerado o deus dos mares e o protetor dos navegantes. Acreditava-se que ele morava em um palácio no fundo do mar.
 

A esposa de Zeus chamava-se Hera, a deusa protetora das esposas, das crianças e do casamento.
 

Zeus e Hera tiveram um filho chamado Ares, do qual não gostavam, porque ele era o deus da guerra e as provocava. No entanto, ele era muito querido por seu tio Hades, já que, com as guerras, aumentava-se o número de mortos.
 


Em Resumo

Neste tópico, você aprendeu sobre a cultura e as artes gregas. Você estudou a importância que os deuses e deusas tinham para os gregos antigos e as homenagens que faziam a eles, como os jogos olímpicos e o teatro, que até hoje influenciam os jogos olímpicos atuais e muitos espetáculos teatrais.

 


Referência

MACDONALD, F. Como seria sua vida na Grécia antiga? São Paulo: Scipione, 1996.
 
Vamos Praticar?
Já é cadastrado? Faça o Login!