Texto: O Texto e a Concordância Nominal

O Texto e a Concordância Nominal

Continuaremos, neste capítulo, a tratar do assunto de concordância. Assim, nos atentaremos agora a um tipo de concordância titulado nominal, para tanto, é necessário que retomemos alguns conceitos básicos quanto à concordância nominal. 
 

O que é concordância nominal? 

A concordância nominal é identificada em uma oração quando o substantivo concorda em gênero, número e pessoa com alguns elementos a que se refere, sejam eles: adjetivos, pronomes, artigos, numerais ou particípios. 

 

Vejamos alguns exemplos: 

 

Disponível em: <http://tiras-snoopy.blogspot.com.br/2006/02/tira-original-de-05-fev-1959.html>. Acesso em 4 abr. 2014. 

 

Na tirinha acima, percebemos algumas construções em que podemos identificar o uso de concordância adequada, como na frase “...você tem um nariz grande, orelhas longas e estúpidas!”. Observa-se que os substantivos nariz e orelhas foram respectivamente concordados em gênero e número com os adjetivos grande, longas e estúpidas. 

 

A seguir, trabalharemos alguns casos de concordância nominal que merecem destaque em seus estudos. 

 

Casos especiais 

 
  • Adjetivos na função de predicado 
 

O adjetivo deve estar no plural quando este desempenhar a função sintática de predicado de um sujeito ou quando estiver presente um objeto direto composto por mais de um substantivo. 

 

Observe os exemplos abaixo. 

 

 

  • Adjetivos antepostos aos substantivos 
 

Quando em uma oração houver mais que um substantivo anteposto a um adjetivo, os adjetivos devem concordar com o primeiro substantivo da sequência. 

 

Exemplo: 

Sempre gostei de viajar por vastos serrados e campinas

 

Sempre gostei de viajar por vastas campinas e serrados

 

Em outro caso, quando os substantivos forem nomes próprios ou de parentesco, os adjetivos devem ser flexionados no plural. Veja no exemplo.

 

As magníficas Patrícia e Fernanda são alunas do 2º ano. 

 

Magníficas  → Adjetivo, feminino, plural. 

Patrícia e Fernanda  → 1º e 2º nome próprio, feminino, singular. 

 

  • Adjetivos pospostos aos substantivos 
 

Observe as frases: 

 

a) A mulher e o homem magro foram ao médico. 

 

b) A mulher e o homem magros foram ao médico. 

 

Na frase a, percebemos que o adjetivo concorda apenas com o substantivo mais próximo, já na frase b, notamos que o adjetivo concorda com os dois substantivos. Afinal, essas são as possibilidades que temos para concordar um ou mais adjetivos que modificam dois ou mais substantivos que os antecedem. Na primeira frase, observamos que o adjetivo refere-se apenas ao substantivo que o qualifica, enquanto na segunda frase, o adjetivo refere-se aos dois substantivos da oração. 

 

Saiba Mais! 

Lembre-se que caso os substantivos não sejam do mesmo gênero, como no exemplo em que há um substantivo masculino e um feminino, a concordância deve ser feita prevalecendo o gênero masculino. 

 

Em resumo 

 

 

Já é cadastrado? Faça o Login!